O novo episódio teve origem numa decisão de agosto de 2012 que considerou a Samsung culpada de infringir seis patentes da Apple, obrigando a empresa sul-coreana a pagar 1.000 milhões de dólares de indemnização.

Em março de 2013, contudo, a sentença acabou por ser alterada pela juíza Lucy Koh, que reduziu o valor da multa em 40% e ordenou um novo julgamento para recalcular o valor da indemnização.

Especificamente, as duas empresas voltam agora a tribunal para definir um montante de indemnização relativo a produtos que já não estão no mercado norte-americano.

Esses valores tanto podem ser superiores aos 600 milhões de dólares definidos na sentença de março, como podem ser superiores aos mil milhões originalmente atribuídos. Ou seja, existem 450 milhões de dólares que estão em suspenso e que podem ser parcialmente eliminados, totalmente eliminados ou até revistos em alta.

A mega batalha judicial entre as duas empresas não ficará por aqui. Além da possibilidade de recurso, para março de 2014 está agendado outro round, desta vez sobre produtos entretanto chegados ao mercado e para patentes diferentes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.