A Apple voltou a ser considerada a marca mais valiosa do mundo, num ranking em que deixa para trás gigantes como a IBM, a Google ou a McDonalds. É o segundo ano consecutivo em que a fabricante do iPad ocupa o lugar cimeiro da tabela.

Os dados fazem parte do estudo anual BrandZ, da Millward Brown Optimor, que avalia a empresa em 183 mil milhões de dólares. Para além de voltar a levar para casa a "medalha de ouro", a marca apresenta uma valorização de 19% face a um ano antes, altura em que era avaliada em 153,3 mil milhões de dólares.

Os números impressionam, sobretudo numa altura em que, segundo a Millward Brown Optimor, "quase metade das marcas [incluídas na análise] perderam valor".

Os números impressionam, sobretudo numa altura em que, segundo a Millward Brown Optimor, "quase metade das marcas [incluídas na análise] perderam valor".

Para além da Apple, integram o 2012 BrandZ Top 100 tecnológicas como a IBM, que surge no segundo lugar da tabela, com uma avaliação de 116 mil milhões de dólares. A companhia assegura assim uma subida face ao terceiro lugar que ocupava o ano passado - e rouba a posição à Google.

Em 2011, o segundo lugar era ocupado pela gigante das pesquisas, que se vê relegada para a terceira posição em 2012, depois de perder 3% do seu valor, fixado agora nos 108 mil milhões de dólares, segundo o BrandZ Top 100.

A Microsoft (avaliada em 76,7 mil milhões de dólares) só aparece no quinto lugar do ranking, com a McDonalds (95,2 mil milhões de dólares) a colocar-se entre ela e as suas "pares".

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Joana M. Fernandes

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.