A União Europeia congratulou o Comité dos Representantes Permanentes pela aprovação das novas regras do Open Data que permitem uma partilha de informação pública entre os diversos Estados-Membro.

O plano começou a ser desenhado em dezembro de 2011 quando a Comissão Europeia apresentou uma proposta que pretendia transformar os dados governamentais em "ouro". A ideia é poder usar os vários tipos de dados públicos - geográficos, estatísticas, informações meteorológicas e todos os dados em arquivos públicos - para o bem da comunidade europeia.

O organismo europeu avançou na altura que este tipo de sinergia poderia originar um volume de negócios de 40 mil milhões de euros anuais através da disponibilização destas informações a start-ups, programadores individuais e empresas já em atividade para que possam melhorar os serviços e ferramentas que disponibilizam através da sustentação em mais informação.

As novas regras para do Open Data devem ainda ser aprovadas no Parlamento Europeu para que possam entrar em vigor, mas tudo leva a crer que depois da aprovação do comité não devem haver entraves.

A aprovação aparece algumas semanas depois de a União Europeia ter disponibilizado em fase beta o portal Open Data que é para já um indexador de estudos maioritariamente provenientes do Eurostat.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.