O negócio permitiu atualizar o valor de mercado do serviço concorrente da Netflix, detida pela Walt Disney, que controla 60% do capital e pela Comcast NBC Universal, detentora de outros 30%.

Contas feitas a Hulu vale 15 mil milhões de dólares, contra os 152 mil milhões de dólares da Netflix, tendo por base o preço de fecho das ações esta segunda-feira, calcula a Reuters.

Sabe-se também que a empresa conta com um portefólio de 25 milhões de subscritores e que este ano deverá ter prejuízos de 1,5 mil milhões de dólares. Segundo projeções apresentadas recentemente pela Disney, a Hulu deverá ser rentável a partir de 2023 ou 2024. Nesse ano, estima-se que conte já com uma base de subscritores na ordem dos 60 milhões de utilizadores.

Subscrições de serviços de streaming ultrapassaram as de TV por cabo em todo o mundo
Subscrições de serviços de streaming ultrapassaram as de TV por cabo em todo o mundo
Ver artigo

A forma como os dois acionistas principais da Hulu vão dividir a participação recuperada à AT&T ainda não foi revelada, mas ambas garantem que a aposta no serviço é para continuar.

Já a AT&T, que se prepara para lançar o seu próprio serviço de entretenimento este ano, adiantou que continuará a colaborar com a Hulu e a disponibilizar conteúdos à plataforma, através da subsidiária WarnerMedia.

No início do ano a AT&T já tinha anunciado a intenção de se desfazer de ativos não estratégicos. Com esta operação a empresa confirmou que pretende usar a receita da venda para reduzir dívida.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.