A Nortel pediu protecção de credores numa tentativa de evitar a bancarrota e o fim das suas operações, que nos últimos anos têm sido marcadas por dificuldades financeiras.

Os responsáveis da empresa canadiana justificam a situação com a redução significativa do número de encomendas registado ao longo dos últimos meses e que acabou por tornar mais difícil a situação da empresa.

Ao longo dos últimos anos a Nortel tem passado por processos judiciais e investigações dos reguladores relacionadas com a sua frágil situação financeira e as orientações de gestão que a têm conduzido.

Com a protecção de credores solicitada nos Estados Unidos e no Canadá a empresa espera ter mais tempo para estudar possíveis cenários de reestruturação, enquanto resolve a dívida de centenas de milhares de dólares.

A Nortel, que já foi a maior empresa canadiana com uma capitalização bolsista de 366 mil milhões de dólares, encerrou a sessão de bolsa da última terça-feira a valer 155 milhões de dólares.

Nota de redacção: Foi substituida na notícia a expressão biliões por mil milhões, no que se refere à capitalização bolsista da empresa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.