Aquela que, em tempos idos, esteve entre as líderes do mercado de telemóveis acaba de “meter a primeira” e arrancar a toda a velocidade em direção aos veículos de condução autónoma, com a abertura de um centro de investigação na cidade de Otava. O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, vai marcar presença na inauguração deste centro, que acontece esta segunda-feira.

De acordo com informações avançadas pela Reuters, estas instalações são parte do edifício onde está localizada a QNX, subsidiária da BlackBerry, e vai acolher projetos de desenvolvimento de software avançado de assistência rodoviária e de tecnologia de condução autónoma.

Mas, segundo consta, a produção de um veículo não é algo que faça parte dos planos da empresa canadiana. O foco está no desenvolvimento de software que suporte os intrincados sistemas informáticos que dão “vida” aos carros que se conduzem a eles próprios.

Avança a agência noticiosa britânica que a BlackBerry está em negociações avançadas com vários potenciais parceiros no âmbito do desenvolvimento de veículos autónomos. Em novembro, a empresa canadiana firmou um acordo com a Ford para dar início aos testes do modelo Lincoln nas ruas de Ontário. Este modelo já comporta alguma autonomia operacional.

As duas empresas apontam 2021 como o ano em que os carros autónomos começarão a ser comercializados.

A BlackBerry parece estar a atravessar um período de mudanças substanciais no seu negócio. Recorde-se que, na semana passada, a empresa de Waterloo anunciou que tinha transferido para a chinesa TCL os direitos de produção e venda de dispositivos móveis com a sua insígnia.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.