A empresa portuguesa foi escolhida num âmbito de um concurso público e vai dar resposta a um projeto conduzido pela agência estatal Illinois State Toll Highways Authority, que visa substituir as máquinas de pagamento manual nas auto-estradas geridas por este organismos por sistemas de pagamentos automáticos.  

Vão ser instaladas até 270 máquinas e respetivos sistemas de gestão, embora o projeto conduzido pela BIT Mobility Solutions, uma subsidiária americana 100% detida pela Brisa, possa estender-se à prestação de mais serviços, nomeadamente de manutenção. para já, o contrato vale 33,2 milhões de dólares, o equivalente a 31,3 milhões de euros.  

Um dos desafios do projeto, explica um comunicado, será “manter a interligação com os atuais sistemas de via e de cobrança de portagens, tanto em numerário como em transações por cartão bancário”.

A Illinois Tollway gere 470 quilómetros de autoestradas com portagem, em 13 condados do Ilionois. Não é o primeiro cliente da empresa portuguesa neste país, onde a Brisa já soma alguns contratos. A tecnologia portuguesa também pode ser encontrada em auto-estradas da Carolina do Sul e do Colorado.

Em Portugal a tecnologia de pagamento eletrónico de portagens da Brisa é comercializada e desenvolvida através da Via Verde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.