Em novembro passado, a Qualcomm rejeitou por unanimidade a proposta anunciada pela Broadcom Limited de 103 mil milhões de dólares (cerca de 88 mil milhões de euros).

A tecnológica argumentou, em comunicado, que a oferta desvalorizava a empresa e enfrentava fortes constrangimentos regulatórios.

Qualcomm rejeita proposta de aquisição da concorrente Broadcom
Qualcomm rejeita proposta de aquisição da concorrente Broadcom
Ver artigo

Agora, a empresa concorrente no segmento dos chips Wi-Fi tenciona aumentar a oferta de compra para cerca de 120 mil milhões de dólares (96 mil milhões de dólares) que, a concretizar-se, será a maior operação de sempre no sector tecnológico, avança a Reuters.

Este novo valor representa uma oferta entre 80 a 82 dólares por cada acção da Qualcomm, em oposição aos 70 dólares fixados anteriormente.

Recorde-se que no início deste ano, a Comissão Europeia terá aplicado uma multa de 1,2 mil milhões de dólares à Qualcomm, um valor que representa 4,9% da receita da fabricante de chips em 2017.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.