O executivo europeu aprovou o acordo de 7,5 mil milhões de dólares, depois de determinar que não há preocupações em matéria de concorrência na compra do popular repositório de software de código aberto pela Microsoft.

A Comissão Europeia considerou que a combinação das atividades da Microsoft e do GitHub continuaria a enfrentar uma concorrência significativa de outros intervenientes em ambos os mercados.

As autoridades também avaliaram se existia o risco da Microsoft se aproveitar da popularidade da plataforma de desenvolvimento de software do GitHub para impulsionar as suas próprias vendas de ferramentas DevOps e serviços cloud, limitando a integração com as ferramentas DevOps de terceiros.

Em um comunicado, a CE confirmou que a Microsoft não teria o poder de mercado para limitar a natureza aberta do GitHub em detrimento de ferramentas DevOps concorrentes e serviços em nuvem, visto que os programadores estão dispostos a mudar para outras plataformas em caso de insatisfação.

A compra do GitHub foi anunciada pela primeira vez em junho deste ano e, de acordo com alguns detalhes revelados na altura, a plataforma continuará a operar de forma independente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.