A Cellnex chegou a um acordo com a Altice Europe e a Belmont Infra Holding’s para a aquisição da totalidade da Omtel por 800 milhões de euros. A MEO aceitou vender a sua participação de 25%, que ainda detinha na empresa portuguesa, operadora de infraestruturas de telecomunicações, ao grupo espanhol por 200 milhões de euros, avança em comunicado à imprensa.

“Através da transação, a Altice Europe inicia uma parceria a longo-prazo com a Cellnex em Portugal, a qual inclui o fornecimento de serviços de alojamento mobile em insfraestrutura passiva e a construção de novas insfraestruturas”, indica a empresa. Através do acordo, Portugal passa a ser o oitavo país da Europa onde a Cellnex opera. O grupo espanhol indica, em comunicado à imprensa, que a aquisição da Omtel “comtempla a instalação de 400 novas infraestruturas nos próximos quatro anos”.

A empresa elucida também que o plano poderá ser alargado “tendo em conta a evolução do mercado português e o desenvolvimento da rede 5G”. Assim, o acordo poderá prever 350 infraestruturas adicionais até 2027. O investimento estimado para o plano de construção situa-se nos 140 milhões de euros.

Recorde-se que, em 2018, a Omtel, num consórcio que incluía a Morgan Stanley Infrastructure Partners e a Horizon Equity Partners, ficou com 3.000 torres de telecomunicações da MEO. A subsidiária da Altice Europe terá reinvestido 108,8 milhões de euros para uma participação de 25%.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.