A cada semana, as crianças recebem em média 73 mensagens de correio electrónico não solicitadas, segundo um estudo recente da empresa de soluções de filtragem KidsGuard que considera assim que os mais jovens se estão a transformar em alvos demasiado fáceis para o spam.



Relativo ao Reino Unido, o novo estudo demonstra que entre as mais de 70 mensagens de e-mail não solicitado recebidas semanalmente, uma média de 10 são de conteúdos pornográficos e mais de 17 estão relacionadas com ofertas financeiras.



Entre os conteúdos dos emails não solicitados recebidos pelas crianças contam-se igualmente os esquemas de enriquecimento rápido, oferta de produtos ou serviços médicos e os já normais pedidos de "ajuda urgente".




Algumas destas organizações de spamming não sabem a quem destinam as suas mensagens, "empresas que enviam conteúdos acerca de sites pornográficos, ofertas de enriquecimento rápido e links para sites que vendem drogas não se podem esconder atrás da falta de conhecimentos de e-marketing (...) para promover os seus bens", salienta Andrew Shorter, da KidsGuard, em comunicado.




Embora tenha sido introduzida nova legislação no Reino Unido que considera o spamming ilegal, parece ter tido muito pouco impacto no nível do spam enviado. "Os resultados deste estudo demonstram, claramente que o governo do Reino Unido subestimou o nível e complexidade do sector do spamming", refere a mesma fonte.




Notícias Relacionadas:
2004-01-28 - Erkki Liikanen propõe novas medidas de combate ao spam

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.