Travis Kalanick, anunciou esta terça-feira que a Uber pretende estender o seu serviço a mais 100 cidades na China. Na última vez que revelou planos de expansão para o mercado chinês, a Uber pretendia levar a aplicação que tem merecido críticas e protestos de taxistas um pouco por todo o mundo, a 50 cidades.

De momento o serviço de transportes associado à Uber está presente em 20 cidades chinesas, uma penetração que a empresa quer aumentar chegando a mais cidades de grande dimensão, o que num país com 1,35 mil milhões de habitantes não é difícil encontrar.

Na segunda-feira à noite a empresa já tinha anunciado a garantia de um novo financiamento, que conseguiu precisamente junto de investidores chineses. A startup norte-americana angariou 1,2 mil milhões de dólares, aumentando para 8,2 mil milhões o valor total de financiamento reunido desde a fundação da empresa.

Em Portugal a Uber enfrenta forte contestação dos taxistas, que esta terça-feira se manifestaram contra a presença da empresa em Portugal exigindo medidas do Governo, embora seja pouco provável uma posição política sobre o assunto no curto prazo.

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.