A opinião surge entre as conclusões de um estudo intitulado "Faz-te ao mercado", feito pela Tese - Associação para o Desenvolvimento, financiado pela União Europeia e apoiado pela Associação Empresarial de Portugal cujo objetivo foi perceber as causas do desemprego jovem no país.

Os jovens inquiridos não sentem que a escola os preparou "em larga escala para a entrada no mercado de trabalho". A exceção são os cursos profissionais e de especialização tecnológica, em que os jovens afirmam estar bem preparados e percebem o que devem fazer para ser aceites no mercado, refere a TSF, que avança os dados do estudo.

Outro problema é a forma como estes jovens são recebidos no mercado. A maioria olha para o mercado de trabalho de forma negativa, mencionando a dificuldade em encontrar emprego, e as "faltas de respeito e exigências absurdas" quando encontram.

As opiniões dos empregadores sobre a forma como o sistema de ensino prepara os jovens também são são melhores. As empresas questionadas deram, em média, notas negativas ou neutras aos conhecimentos dos candidatos mais novos, aos conhecimentos práticos e à preparação com que chegam ao mercado de trabalho.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.