A Google comprou 1.023 patentes à IBM, em mais um movimento para assegurar a defesa do seu sistema operativo móvel em eventuais processos por violação de patentes. O processo de transferência das patentes foi confirmado ontem pela entidade norte-americana que gere os registos.

A comunicação publicada no site do Gabinete de Patentes e Marcas dos EUA revela que a Google adquiriu as patentes da International Business Machines Corp. (IBM) a 17 de Agosto, apenas um dia depois de ter tornado pública a aquisição da Motorola Mobility.

A compra do lote de patentes da IBM já foi entretanto reconhecida por um porta-voz da Google, que não avançou quais os montantes envolvidos na transação. Da parte da IBM não foram feitos comentários.

As recentes aquisições da gigante das pesquisas são reflexo do empenho que está a colocar no enriquecimento do seu portefólio de patentes, para fazer face a eventuais processos por violações de patentes, como os que têm sido intentados pela Apple e Microsoft.

Recorde-se que no início de Agosto a Google acusara publicamente gigantes como a fabricante do iPhone, a Microsoft ou a Oracle de promoverem uma "cruzada" contra o Android, unindo esforços numa "campanha hostil" de aquisição de patentes com o objetivo de comprometer o sucesso do sistema operativo de código aberto que promove.

Já em Julho a responsável pelo Android tinha comprado 1.030 patentes à IBM e deverá acrescentar mais 17.000 ao acervo quando completar a compra da Motorola Mobility, que aguarda aprovação do regulador. A estas há que somar as 1.026 que se sabe agora fazerem parte do portefólio da Google desde o mês passado.

Escrito ao abrigo do Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.