Está em marcha o segundo concurso público internacional totalmente realizado via Internet. Realizado pela Direcção Geral do Tesouro, este concurso visa actualizar os equipamentos informáticos e fornecedores do Catálogo Telemático da Administração Pública, apurando entidades habilitadas para fornecerem ao Estado computadores e material informático no âmbito dos programas quadro.



Até à data estão inscritas mais de 100 entidades que já entregaram 80 mil documentos. Destes, cerca de 2 mil deverão ser documentos técnicos - que sumariam a situação financeira e fiscal dos concorrentes - e os restantes propostas para as várias linhas de produtos visadas, apurou o TeK.



A dimensão do concurso obrigou já a dois adiamentos do mesmo, por forma a adaptar a capacidade da plataforma ao volume de documentos recebidos. A abertura de propostas está agora marcada para o próximo dia 14 de Março, dois dias depois da data limite para a entrega de propostas.



O concurso vai apurar um conjunto de fornecedores habilitados para vender equipamento informático ao Estado, verificando um conjunto de procedimentos obrigatórios e seleccionado propostas com base em preços de referência. Este trabalho permite que a compra efectiva por parte dos vários organismos públicos fique depois simplificada e possa ser feita por ajuste directo.



Esta sexta feira teve lugar a segunda fase do primeiro concurso público realizado pela via electrónica sem que fossem ainda conhecidos resultados. Nesta fase, realizada numa nova sessão pública, foram verificadas as propostas que na semana anterior mereceram uma aprovação condicional por parte do júri, por falta de documentos.



Um dos quatro concorrentes à venda de estantes para os armazéns centrais do IEFP - Instituto de Emprego e Formação Profissional da Venda Nova foi afastado do concurso por voltar a não apresentar toda a documentação em formato online, enquanto os restantes passaram à última fase de avaliação qualitativa.



A plataforma online faz a verificação dos documentos entregues e uma pré-ordenação das propostas que, no entanto, não visa aspectos qualitativos. Por essa razão, o júri optou por estender o prazo de avaliação destes critérios e confirmação de dados fiscais por mais uma semana.



Notícias Relacionadas:

2005-02-25 - IEFP realiza primeiro concurso público totalmente electrónico

2005-01-03 - UMIC avança com novo concurso público para reformulação de processos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.