Após finalizar o acordo de compra por 44 mil milhões de dólares (o mesmo valor em euros) e assumir o controlo da empresa na véspera do prazo dado por um tribunal dos EUA para evitar ir a julgamento, o magnata publicou esta mensagem na rede social numa alusão ao pássaro azul que constitui o logótipo.

De acordo com alguns dos principais media norte-americanos, a primeira decisão de Musk foi a de afastar alguns dos seus principais executivos.

"A razão pela qual adquiri o Twitter é porque é importante para o futuro da civilização ter uma praça comum da cidade digital, onde uma vasta gama de crenças pode ser debatida de forma saudável, sem recorrer à violência", escrevera antes Musk, numa rara mensagem longa.

E concluiu: "Existe atualmente um grande perigo de os meios de comunicação social se dividirem em câmaras de eco de extrema-direita e de extrema-esquerda que geram mais ódio e dividem a sociedade".

Esta quarta-feira, Elon Musk entrou na sede da rede social em São Francisco, nos Estados Unidos, com um lavatório.

Numa publicação no Twitter, escreveu: "Entering Twitter HQ - let that sink in!", que em português traduz-se para algo como "A entrar na sede do Twitter -- reflitam".

O empresário também mudou o seu perfil no Twitter, referindo-se como "Chief Twit", sendo que em inglês "twit" significa "idiota", e mudou a sua localização para a sede da rede social em São Francisco.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.