O eBay terá de pagar 40 milhões de euros à LVMH por ter permitido a venda de produtos falsos nas suas páginas. O grupo responsável pela marca Luis Vuitton viu a sua queixa ser apoiada pelo Tribunal do Comércio de Paris depois de ter sido apresentada a denúncia pela venda de vários produtos contrafeitos, de diferentes marcas, no site de leilões.



No total, a indemnização por "danos morais e de imagem" será repartida por várias marcas geridas pela LVMH, entre as quais, Louis Vuitton Malletier e Christian Dior Couture, por contrafacção, e pelas marcas de perfumes Christian Dior, Kenzo, Givenchy e Guerlain pela suposta venda de produtos foram da rede de distribuição autorizada.



Simultaneamente, a decisão do tribunal impede ainda o eBay de voltar a publicitar produtos de cosmética ou perfumaria das marcas acima referidas ou de artigos que se apresentem como tal. Caso viole esta regra, a plataforma de leilões online terá de pagar uma multa que pode ir até aos 50 mil euros diários.



Dada a gravidade dos erros cometidos pelo eBay, a justiça obriga ainda à publicação da decisão em todos os sites da empresa ao longo das próximas três semanas, com a sentença a ter de ser publicado em inglês e francês.



De acordo com a AFP, os responsáveis do eBay contestam a decisão e vão apresentar recurso uma vez que a decisão do tribunal "não tem a ver com a luta contra a falsificação" mas sim com "o desejo da LVMH de proteger as suas práticas comerciais excluindo toda a concorrência".



Notícias Relacionadas:

2008-04-11 - Equipamento militar roubado à venda no eBay

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.