A Xiaomi pode ser a próxima empresa a recorrer à Samsung para se abastecer de displays OLED. Os planos da tecnológica chinesa contemplam o desenvolvimento de um smartphone topo-de-gama com esta tecnologia, e a celebração de um acordo com a empresa sul-coreana, que é uma das maiores fabricantes mundiais neste segmento, já deverá ter acontecido.

Apple faz negócio com rivais para produzir iPhone com ecrã OLED
Apple faz negócio com rivais para produzir iPhone com ecrã OLED
Ver artigo

Ao que tudo indica, os ecrãs que a gigante chinesa vai encomendar vão ser de 6,01 polegadas e a entrega do primeiro lote será realizada já em dezembro de 2017. Aproximadamente, no primeiro mês, vão ser enviados para a Xiaomi cerca de um milhão de telas OLED e, mais tarde, seguem cerca de 2,2 milhões de unidades.

Inicialmente foi indicado que seria a LG a fornecer ecrãs flexíveis de 5,49 polegadas, também eles OLED, mas a parceria acabou por não ir em frente. Nem a Samsung nem a Xiaomi comentaram, até ao momento, os rumores sobre a parceria de fornecimento de equipamento.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.