A fabricante sueca de equipamentos de telecomunicações, Ericsson, acaba de anunciar os resultados financeiros do primeiro trimestre deste ano apresentando um prejuízo antes de impostos na ordem dos 586,8 milhões de euros. Devido aos maus resultados financeiros a empresa vai despedir aproximadamente 20 mil funcionários ao longo dos próximos dois anos, como parte de um processo de reestruturação para voltar a operar em positivo.



Segundo informações divulgadas pelo jornal Público os funcionários nacionais não serão atingidos por estes despedimentos que resultam, no exterior, da fusão das unidades de negócios para sistemas de rede fixa e sistemas móveis.



De acordo com a agência de notícia Reuters a empresa terá pedido cerca de 3,3 mil milhões de euros em fundos novos aos seus accionistas, avisando todavia que este ano a empresa não vai apresentar lucros.



O objectivo é reduzir os custos em 1,08 mil milhões de euros durante este ano e em 2003, alcançando 3,04 mil milhões de euros em poupanças até ao fim deste ano, 4,13 mil milhões de euros em 2003 e cerca de 4,34 mil milhões de euros de 2004 em diante.



Notícias Relacionadas:

2002-03-11 - Vendas mundiais de telemóveis desceram pela primeira vez em 2001

2002-01-25 - Ericsson com 5 por cento de quebra nas vendas do ano 2001

2001-04-20 - Ericsson despede e Nokia apresenta resultados positivos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.