Os adeptos e visitantes do Estádio da Luz, casa do Sport Lisboa em Benfica, vão beneficiar de ligações 5G no espaço, graças a uma parceria com a operadora NOS. Segundo a empresa, este é o primeiro estádio em Portugal equipado com a quinta geração de comunicações móveis. O projeto, chamado Estádio 5G, vai permitir o aumento da capacidade da rede e oferecer aos clientes mais velocidade e experiências mais imersivas, é referido.

O estádio da Luz passa assim a ser dotado com cobertura 5G e os seus 65 mil adeptos e visitantes, quando puderem regressar aos jogos de futebol depois das medidas de isolamento por causa da pandemia, terem acesso a internet móvel em cerca de 10 vezes mas rápida que as ofertas atuais, com velocidades acima de 1 Gbps. Isto, claro, depois do fim do leilão do 5G e do começo da oferta de serviços públicos, processo que a Anacom quer acelerar, e que as empresas estão contra, nomeadamente a própria NOS.

Os estádios de futebol, por concentrarem muitas pessoas, é sempre um local caótico para se conseguir fazer chamadas ou mesmo aceder à internet para partilhar fotos da partida nas redes sociais. O 5G vai dar uma grande ajuda aos utilizadores, pela maior capacidade da rede e conseguir processar um grande volume de dados, neste caso, no estádio. A NOS afirma que a media de processamento de dados durante uma partida, antes da pandemia, ultrapassava 1 TB, esperando-se duplique ou triplique mediante o número de assinantes do serviço.

Espera-se novos serviços com a introdução do 5G, nomeadamente a utilização de tecnologias de realidade virtual ou aumentada, acesso a estatísticas do jogo ou dos jogadores em tempo real, ou mesmo a possibilidade de aceder às diferentes câmaras de transmissão ou ver a partida em streaming em alta definição.

“Este é um marco tecnológico de enorme relevância para a NOS, quer pela construção do nosso caminho de liderança no 5G, quer pela transformação do Estádio do Sport Lisboa e Benfica numa arena desportiva altamente digital e inteligente, única em Portugal. Quando o 5G for uma realidade, queremos ser os primeiros a entregá-lo às pessoas e às empresas, e sendo o futebol um território natural para a tecnologia se desenvolver, faz todo o sentido criar, desde já, todas as condições para que isso aconteça”, refere Manuel Ramalho Eanes, Administrador Executivo da NOS.

A ex-estrela do clube e vice-presidente do SLB, Rui Costa, refere que o clube tem a inovação no centro da sua estratégia, sendo este um projeto transformador e de aproximação aos sócios, adeptos e simpatizantes. A tecnologia não visa apenas ligar adeptos ao clube, como vai ajudar a otimizar a comunicação entre as equipas técnicas, ajudar a medir a performance dos jogadores e oferecer estatísticas e análises táticas em tempo real. Os serviços gerais oferecidos pelo clube, assim como as transmissões televisivas vão também beneficiar da nova geração móvel.

A cobertura 5G é assegurada por um sistema de antenas colocadas em cada uma das palas do estádio, complementada por células 5G em zonas estratégicas do recinto, como o centro de imprensa, camarote presidencial e o camarote NOS. O projeto foi desenvolvido nos últimos seis meses, envolvendo mais de 20 técnicos da NOS.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.