A Fujitsu Services vai integrar o leque de empresas parceiras do Ministério da Educação para o programa de estágios do Plano Tecnológico da Educação. Ao assinar o acordo com o ME, a empresa permitirá ainda que alunos, docentes e não docentes reforcem a certificação das suas competências em TIC.

Os primeiros estágios estão marcados para o próximo ano e destinam-se a alunos do ensino profissional das áreas tecnológicas.

Com este protocolo, a Fujitsu junta-se às mais de 41 empresas envolvidas no programa de Estágios em tecnologias de informação e comunicação que, pelos planos do Governo, deverão colocar Portugal entre os cinco principais países europeus a nível da modernização tecnológica do ensino.

Carlos Barros, director-geral da Fujitsu Services, explica em comunicado que esta oportunidade surge no seguimento da aposta na qualificação de recursos humanos da companhia, logo "após a criação de mais de 300 novos postos de trabalho em 2008". É com base nesse crescimento de qualificação e competências que a empresa quer agora levar as mesmas possibilidades "a alunos e docentes do ensino profissional das áreas tecnológicas".

Na primeira fase do programa, em Setembro deste ano, professores das três dezenas de escolas abrangidas começaram a receber formação para obter a certificação para a formação nas academias. Para este ano, estão garantidas 30 academias, prevendo-se que este número seja duplicado mediante a adesão de mais parceiros, e 300 estágios.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.