Há poucos dias foi anunciada a escolha da Mercedes para equipar os veículos da marca, ao longo dos próximos anos, com a plataforma de aplicações da Faurecia Aptoide. A plataforma desenvolvida pela joint-venture, para sistemas automóveis, adapta os conteúdos da loja de aplicações para Android da portuguesa Aptoide à experiência e necessidades de quem está dentro de um automóvel.

O acordo com a Mercedes foi uma vitória importante para um projeto que quer afirmar-se num mercado cada vez com mais concorrência, onde a Google tem investido em força para se posicionar. Um projeto que é suportado a partir de Lisboa, onde uma equipa de 30 pessoas trabalha na plataforma e na evolução de uma oferta que quer ir crescendo nos conteúdos, sem perder de vista o que pode realmente interessar a quem viaja de carro e como otimizar essa experiência de utilização.

Em declarações ao SAPO TEK, Thijs van Herkhuizen, diretor geral da joint-venture entre a Aptoide e a empresa do grupo Forvia, um dos maiores fabricantes mundiais de componentes para o sector automóvel, confirma. “O acordo com a Mercedes Benz é uma prova do nosso sucesso. À medida que aumenta o número de marcas automóvel que se juntam à nossa plataforma, aumenta o incentivo para quem cria aplicações de se juntar ao nosso mercado de Apps”.

Carros da Mercedes vão integrar loja de aplicações desenvolvida a partir de Portugal
Carros da Mercedes vão integrar loja de aplicações desenvolvida a partir de Portugal
Ver artigo

O responsável admite que a plataforma tem tido muita adesão da comunidade de programadores e acredita que está também a ter um papel importante no desenvolvimento de um mercado que está a dar os primeiros passos. “Estamos a sensibilizá-los para as oportunidades no sector automóvel e a orientá-los na adequação das suas aplicações para uma plataforma escalável e de rápido crescimento”.

A instalação da plataforma de aplicações Faurecia Aptoide nos veículos da Mercedes começa a ser feita a partir do próximo ano, integrada com o sistema multimedia da marca, o MBUX. A fabricante vai juntar-se a outras duas insígnias alemãs que já estão na lista de clientes da joint-venture, a BMW e a Volkswagen, mas Thijs van Herkhuizen revela que a empresa está em “discussões ativas com várias marcas de automóveis que operam a nível mundial”.

O responsável assegura que a plataforma de apps Faurecia Aptoide “será lançada numa grande variedade de automóveis e mercados nos próximos anos” e explica que todo o desenvolvimento tem sido feito para assegurar capacidade para escalar a solução e permitir que chegue a milhões de veículos.

O trabalho a partir de Portugal vai continuar. Como explica, Thijs van Herkhuizen todo o desenvolvimento de produtos é feito a partir da capital portuguesa. A equipa local está neste momento em expansão, para além de contar em permanência com o conhecimento e os recursos dos sócios fundadores da joint-venture, que existe já desde 2019.

Recorde-se que a Aptoide é um dos concorrentes mais antigos e bem-sucedidos da Google no universo Android. A sua loja de aplicações, segundo informação publicada no site da empresa, conta com 300 milhões de utilizadores, 7 mil milhões de downloads e 1 milhão de apps. Fornece, como descreve a própria marca “uma forma alternativa de descobrir apps e jogos, sem geo-restrições e um dos melhores detetores de sistemas de malware do mercado”.

A Forvia é um gigante do sector automóvel com 24 linhas de produtos onde cabem componentes, acessórios e soluções para automóveis, desde os interiores à iluminação, passando pela eletrónica. A marca foi lançada já este ano para agrupar a Faurecia, com seis fábricas em Portugal, um centro de competências e um centro de I&D, e a alemã Hella, comprada no ano passado por quase 7 mil milhões de euros.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.