A Federal Trade Commission
(FTC)
divulgou na quarta-feira a lista das dez maiores queixas de fraudes reportadas pelos consumidores nos Estados Unidos durante 2002. Em lugar destacado aparecem os golpes perpetrados através da Internet, sendo que cerca de metade das queixas estão relacionadas com a Net.

O roubo de identidade, uma prática que consiste em esgotar o limite de crédito dos cartões de crédito e efectuar pagamentos em nome de outrem, surge no lugar cimeiro da lista, contando com 43 por cento das 380 mil queixas recolhidas por aquela agência federal dos EUA, bem como por outras organizações de defesa do consumidor.

Os golpistas atraíram um número crescente de vítimas através da Internet, recorrendo sobretudo a sites da Web e o spam-mail para pôr em prática os seus esquemas, em lugar do telefone ou do tradicional correio postal. Howard Beales, director do gabinete de defesa do consumidor da FTC, aconselhou os cibernautas a assegurarem-se que estão a lidar com um vendedor com uma boa reputação antes de cederem o número do seu cartão de crédito ou outras informações pessoais online.

De acordo com os dados da FCC, 47 por cento das queixas de fraudes ao consumidor que não se enquadram na categoria de roubo de identidade estão, mesmo assim, relacionadas com a Internet, em comparação com os 31 por cento contabilizados em 2000. As vítimas de roubo de identidade desconhecem normalmente de que forma é que os ladrões obtêm informação pessoal, não tendo por isso sido tomados em consideração, afirmaram alguns responsáveis daquela agência.

As fraudes realizadas através de leilões foram o tipo mais comum de queixa de golpe online, seguida pelos retalhistas de comércio electrónico que não entregaram o que prometeram. Disputas com fornecedores de acesso à Internet, esquemas de protecção de crédito e empréstimos adiantados, bem como golpes com moeda estrangeira - como é o caso popular dos "governantes" da Nigéria - completam a lista no que se relaciona com a Internet. No total, os consumidores norte-americanos reportaram em 2002 perdas devido a fraudes num montante superior a 343 milhões de dólares, o que representa um forte aumento face a 2001.

Notícias Relacionadas:

2000-11-29 - Internet no topo das queixas dos consumidores
2000-11-02 - 10 contos-do-vigário online
2000-02-15 x{2013} Fraudes na Net na mira da FTC

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.