A Fujitsu Services prevê este ano crescer 20 por cento em receitas no mercado português. Para a meta contribuirão os desenvolvimentos previstos nas principais áreas de negócio cobertas pela unidade local do grupo japonês.



O outsourcing já representa mais de metade do negócio da empresa em Portugal e continuará a ser uma área de forte aposta em 2007, adiantou Paulo Igrejas, director geral da unidade em Portugal num encontro com jornalistas. Seja ao nível das infra-estruturas, seja ao nível das aplicações, uma aposta mais recente.



Além do outsourcing, são áreas de forte aposta para a Fujitsu Services no mercado local em 2007, onde está a comemorar 30 anos de actividade, a gestão documental ou o centro de competências local de help desk.



A banca, as telecomunicações, as utilities, a Administração Pública e a distribuição são alguns dos sectores estratégicos na actividade da Fujitsu Services Portugal, que este ano planeia um reforço do investimento na área da banca, nomeadamente ao nível dos ATMs.



A área do retalho também merecerá investimento reforçado da Fujitsu Services ao longo deste ano, adiantou o mesmo responsável que remete para um momento posterior mais detalhes sobre um conjunto de projectos em que a empresa está envolvida.



A Fujitsu Services fornece serviços de Tecnologias de Informação em mais de 20 países. Tem como competências chave a gestão de infra-estrutura de Tecnologias de Informação e outsourcing. Fornece também serviços complementares de consultoria, integração e desenvolvimento.



Notícias Relacionadas:

2004-04-01 - Fujitsu Services Portugal quer aumentar peso do outsourcing

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.