A Google deve mudar voluntariamente as práticas comerciais usadas em alguns dos serviços da empresa para evitar uma acusação formal da Comissão Federal do Comércio norte-americana (FTC). A entidade reguladora tencionava recomendar à justiça dos EUA um processo contra a Google por posição dominante no mercado e concorrência desleal.

A iminência do acordo é avançada pela agência Bloomberg, que diz ter recebido informações nesse sentido de três pessoas próximas ao caso. Segundo as informações apuradas, a Google parece "disposta a usar de forma diferente os conteúdos oriundos de outros sites" e "permitir que os anunciantes exportem dados para outras plataformas".

Apesar das indicações dadas, ainda não é certo como é que a empresa de Mountain View vai alterar as suas práticas.

Além de alegadamente promover os próprios serviços nos resultados do motor de busca, a Google está ainda a ser investigada por dificultar o acesso a patentes tecnológicas que são consideradas como essenciais para a evolução do mercado das telecomunicações. A Microsoft queixa-se por exemplo que a rival não permite o acesso a uma aplicação completa do Youtube para Windows Phone.

A hipótese de a FTC terminar a investigação e não avançar com uma recomendação de acusação, desagradou a um conjunto de empresas como a Microsoft e a Expedia que fazem parte do FairSearch.org, uma aliança de empresas que luta pela concorrência mais justa entre serviços de pesquisas.

"Se a FTC falhar em tomar uma ação decisiva para acabar com as práticas anti-concorrência da Google, então a FTC agiu prematuramente e falhou na sua missão de proteger os consumidores norte-americanos", pode ler-se numa publicação no blog da FairSearch.org.

A Google e a FTC ainda não comentaram a notícia nem as declarações da aliança.

O possível entendimento entre as duas entidades deixa em aberto a hipótese de a Google também mudar algumas práticas usadas atualmente nos serviços europeus. O vice-presidente da Comissão Europeia e responsável pela área da concorrência, Joaquin Almunia, garantiu que estão a ser feitas conversações no sentido de o caso se resolver sem que haja uma acusação formal.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.