O futuro do Ikea poderá ser fora de casa. Não no jardim, que é uma área para onde a empresa já disponibiliza produtos, mas sim dentro dos carros autónomos. A marca sueca, que atravessa uma fase de adaptação à era digital, está a olhar para o interior destes veículos como uma potencial fonte de receita, uma vez que os habitáculos dos automóveis estão prestes a transformar-se. Ou pelo menos é assim que pensam os responsáveis pelo Space10, o laboratório de inovação da gigante do mobiliário.

Esta semana, o Space10 revelou que está a desenvolver versões conceptuais daquilo que poderão ser os carros autónomos do futuro. O departamento está a trabalhar em conjunto com a Foam, que é um estúdio de design, e já criou sete conceitos diferentes para ajudar os consumidores a imaginarem como poderá ser o futuro do transporte privado. Na app de realidade aumentada da Space10 poderá encontrar um carro autónomo para compras, outro onde se podem comprar mercearias, um veículo que acomoda um café no seu interior, um carro-hotel e outras criações igualmente criativas.

IKEA quer saber que tipo de robot gostava de ter em casa
IKEA quer saber que tipo de robot gostava de ter em casa
Ver artigo

"No dia em que os carros totalmente autónomos chegarem às estradas, os carros deixaram de ser carros. Nesse dia, os carros poderão ser qualquer coisa", afirmou o co-fundador do laboratório, Simon Casperson. "Talvez um dia a experiência que o Ikea tem em mobilar casas e pequenos espaços de habitação, possa encontrar um palco totalmente novo para prosperar sobre rodas", concluiu.

A empresa é conhecida por ter um olhar estratégico sobre o futuro e não admite ficar para trás mesmo nas temáticas que, à primeira vista, podem não estar relacionadas com a sua atividade. Note, por exemplo, que há já vários anos que o Ikea prepara divisões pequenas, em apartamentos onde a rentibilização de espaço é a única solução possível para acomodar o necessário dentro de casa. A marca está agora a alavancar esta experiência para participar em projetos de design de produtos que podem acompanhar as primeiras expedições a Marte e é este mesmo know-how que pode ajudar a gigante sueca a marcar pontos junto da indústria dos carros autónomos.

"Não temos planos para produzir carros autónomos, mas num futuro onde as pessoas já não tenham de se preocupar com a condução, o interior dos veículos poderá chegar a um ponto em que já não corresponde ao tradicional design automóvel, mas sim ao design de um pequeno espaço interior", afirmou Göran Nilsson, gestor de inovação conceptual do Ikea, em comunicado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.