Depois da Nervana, Mobileye e Movidius, a Intel anunciou agora a compra da Vertex.ai, uma startup que está a desenvolver um modelo multi-plataforma de deep learning.

Como a inteligência artificial "espicaçou" os fabricantes de processadores
Como a inteligência artificial "espicaçou" os fabricantes de processadores
Ver artigo

Sem revelar o montante envolvido, a fabricante de processadores indica que as sete pessoas que constituem a Vertex.ai vão integrar a equipa Movidius, no seu Artificial Intelligence Products Group.

Na nota oficial, refere ainda que que “irá suportar uma variedade de hardware” e trabalhar para integrar a PlaidML, “a plataforma de aceleração multi-linguagem” da Vertex.ai, o que permitirá que programadores possam integrar modelos de IA em dispositivos Linux, macOS e Windows, sob a tecnologia de machine learning nGraph da Intel.

Ficou prometido que a Intel irá continuar a desenvolver a PlaidML, que é open source, sob a licença Apache 2.0.

A Vertex.ai foi fundada em 2015 por Jeremy Bruestle e Choong Ng, com o objetivo de criar uma framework que ligasse hardware e software pronto para IA. Atraiu investimento seed da  Curious Capital e do Creative Destruction Lab, entre outros investidores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.