A Intel anunciou que está disposta a pagar 7,68 mil milhões de dólares pela McAfee, perto de 6 mil milhões de euros. O valor que a líder mundial de processadores se dispõe a pagar pela empresa de segurança, representa um prémio de 60 por cento face ao valor de fecho das acções da companhia na sessão de ontem.


Em comunicado, a Intel explica que o desejo de adquirir a McAfee surgiu ao longo do último ano e meio, durante o qual as empresas têm trabalhado em projectos conjuntos.


Para se concretizar, o negócio carece ainda do aval dos accionistas da McAfee - embora já tenha o aval da administração da empresa - e de luz verde dos reguladores da concorrência.



Cumpridos todos estes paços, o plano é transformar a McAfee numa filial da divisão de software e serviços da Intel.


No comunicado que dá nota do negócio, a Intel defende ainda que a segurança é hoje uma componente fundamental da computação online, para a qual a abordagem não é a mais adequada, tendo em conta a crescente disponibilidade de ligações à Internet em telefones móveis, dispositivos médicos, ATMs, automóveis e em toda a parte.
"A indústria precisa de uma nova abordagem que combine software, hardware e serviços na resposta às exigências de amanhã", defende a Intel.


A fabricante, que no último trimestre obteve lucros recorde, prevê que no primeiro ano a integração da McAfee tenha impacto negativo nos resultados, mas defende que a operação rapidamente começará a ser lucrativa para a empresa.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.