Steve Jobs vai afastar-se do trabalho diário na Apple por razões de saúde. Numa carta dirigida aos empregados, o patrão da Apple explica que nos últimos dias percebeu que o problema de saúde que o afecta, e sobre o qual tanto se tem especulado na imprensa, é mais complexo do que pensava e justifica dessa forma o afastamento temporário.

Na carta, Jobs planeia o regresso à vida activa em Junho deste ano e esclarece que até lá os destinos da empresa ficam entregues ao COO (chief operating officer) Timothy D. Cook.

Jobs tem actualmente 53 anos e já venceu um cancro no pâncreas em 2004. Fontes próximas ao gestor têm garantido à imprensa internacional que os problemas de saúde de Jobs não estão relacionados com uma reincidência do problema, mas antes com algo que está a impedir o seu corpo de absorver os alimentos.

As causas concretas têm feito correr tinta na imprensa com especulações e notícias quase diárias desde que o presidente da Apple anunciou que não iria fazer o tradicional discurso na MacWorld.

Os dados confirmados apontam para um desequilíbrio hormonal, confirmado pelo próprio numa carta anterior, onde tentava sossegar o mercado sobre o seu possível afastamento da Apple.

Desde que nasceu, em 1976, a Apple está fortemente associada à imagem de Steve Jobs, sobretudo depois de 1997 quando este voltou a ser o rosto da companhia, mantendo-o a uma das poucas empresas no mundo com esta dimensão tão associadas a uma única pessoa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.