O General Manager da Guerrilla Games, Hermen Hulst passa a assumir o cargo de liderança da Sony Worldwide Studios, ou seja, terá ao seu cargo o destino de todos os 14 estúdios internos da Sony, como a Naughty Dog de The Last of Us, a própria Guerrilla de Horizon Zero Dawn, a Polyphone Digital de Gran Turismo, a Insomniac Games de Spider-Man, entre outros estúdios espalhados pela Europa, Estados Unidos e Japão. Hermen Hulst assume o lugar com efeitos imediatos, anteriormente pertencente a Shuhei Yoshida, o veterano executivo da Sony que passa agora a supervisionar o desenvolvimento de pequenas equipas indie externas. A cadeira da Sony World Wide Studios era partilhada com Shawn Layden, que saiu da empresa há um mês.

A mudança de cadeiras faz parte da restruturação que a Sony está a fazer internamente, de forma a preparar-se para o lançamento da PlayStation 5 no próximo ano. Em declarações ao Games Industry.biz, o CEO e presidente da PlayStation, Jim Ryan, destaca a escolha de Hermen Hulst pelo pensamento global da gigante nipónica, com o foco na próxima geração. “Hermen é um europeu que vai assumir um dos maiores escritórios da PlayStation, e penso que todos na Europa devem ficar contentes com o que vai acontecer", reforça.

Hermen é um dos nomes mais conhecidos e respeitados da indústria dos videojogos, tendo liderado a Guerrilla Games durante quase duas décadas, mesmo após aquisição pela Sony. No seu catálogo constam a série Killzone e o mais recente sucesso exclusivo da PS4, Horizon Zero Dawn. “Ele é um defensor apaixonado das equipas que lidera e compreende como otimizar o talento criativo para criar grandes experiências. Não tenho dúvida que Hermen pode liderar as equipas para oferecer experiências diversificadas a um bom ritmo”, refere Jim Ryan.

A notícia da nova liderança surge na véspera do lançamento do exclusivo mais esperado da PlayStation 4 (próximo ano no PC), Death Strading de Hideo Kojima, que curiosamente foi suportado pela Guerrilla Games, nomeadamente a dispensa da tecnologia Decima como motor de jogo.

Para o lugar de Hermen Hulst foram apontados três nomes: Angie Smets, Jan-Bart van Beek e Michiel van der Leeuw como próximos líderes da Guerrilla Games.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.