Pela primeira vez este ano, as receitas de comércio electrónico para o período de Natal, realizadas nos Estados Unidos, deverão ultrapassar a fasquia dos 100 mil milhões de dólares, o que representa um crescimento de 42 por cento face aos valores registados no ano anterior.




A previsão é da Forrester Research que garante que as vendas efectuadas pela Internet no fim-de-semana de Natal atingiram os 12 mil milhões de dólares, um valor que permite estimar vendas recorde para o período do Natal deste ano.




Os números da Forrester, relativos ao ano passado, demonstram que também no Natal anterior as vendas subiram perto dos 50 por cento face a 2001. Em 2002 as vendas de Natal online totalizaram 76 mil milhões de dólares, mais 48 por cento que no ano anterior, indicam estimativas da consultora, divulgadas pela agência France Press.




No entanto, os números do ecommerce relativos à época são difíceis de apurar uma vez que as realidades comparadas divergem de consultora para consultora, quer na definição de período de Natal, quer nos serviços disponíveis contabilizados.




Atendendo aos dados da Goldman Sachs, Harris Interactive e Nielsen as vendas das lojas online durante a segunda semana de Dezembro rondaram os 2,95 mil milhões de dólares, representando um aumento de 48 por cento face ao ano anterior. No seu último relatório as consultoras apontavam para uma receita total do período (excluindo viagens) de 13 mil milhões de dólares, mais 46 por cento que no ano anterior.



Notícias Relacionadas:

2001-01-03 - Compras de Natal online em revista


2002-12-11 - Vendas online crescem mais de 22% no Natal


2002-11-21 - Europeus vão gastar 7,6 mil milhões de euros em compras online durante o Natal

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.