Com as medidas de isolamento social implementadas por governos em todo o mundo para conter a propagação da pandemia de COVID-19, o número de utilizadores do Facebook registou uma média diária de mais de 1,73 mil milhões de membros ativos em março. No recém apresentado relatório de resultados financeiros, a empresa liderada por Mark Zuckerberg revela que os lucros duplicaram nos três primeiros meses do ano.

De acordo com o Facebook, os lucros atingiram 4,90 mil milhões de dólares, o dobro dos resultados líquidos registados no mesmo trimestre em 2019. No que toca às receitas, a gigante tecnológica conseguiu arrecadar 17,7 mil milhões de dólares. O valor representa um aumento de 18% em relação ao primeiro trimestre de 2019 onde se registaram receitas na ordem dos 15,98 mil milhões.

Resultados financeiros do Facebook
créditos: Facebook

Já as receitas vindas da publicidade situaram-se nos 17,4 mil milhões de dólares, registando um aumento de 17% em relação ao período homólogo. Apesar dos resultados apresentados, a empresa indica que nas últimas três semanas de março, altura em que a pandemia de COVID-19 se fez sentir “em força” no negócio, houve uma queda significativa da procura por publicidade digital, causando um decréscimo no preço dos anúncios.

De acordo com David Wehner, diretor financeiro, ainda existem muitas incertezas em relação a projeções de receitas e lucros para o segundo trimestre. Contudo, durante a apresentação dos resultados, o responsável indicou que poderá haver uma estabilização do comportamento dos anunciantes em abril, permitindo antever um período em que as empresas estão em busca de alternativas na abordagem aos clientes, assim como nos métodos de vendas e fornecimento dos serviços disponibilizados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.