A Microsoft, Intel e Texas Instruments vão trabalhar conjuntamente para desenvolver modelos de referência de telefones PDA (Personal Digital Assistent) e telemóveis. Os anúncios de parceria foram efectuados ontem, durante o 3GSM World Congress, a maior feira europeia para a área das comunicações móveis que decorre, até ao próximo dia 22 de Fevereiro, em Cannes, França.



Ao que tudo indica as empresas intervenientes pretendem repetir o "feito" realizado na industria dos computadores pessoais, onde a Microsoft e a Intel standardizaram software e hardware chave, com o sistema operativo Windows e os processadores Pentium. Cada produto tem mais de 80 por cento de quota nos seus respectivos mercados.



Em acordos separados com a Microsoft, os fabricantes de Intel e Texas Instruments irão trabalhar para desenvolver chips e software integrado que possam transformar um computador de mão num telefone móvel, pronto a fazer chamadas e a efectuar download de mensagens de correio electrónico.



Um porta-voz da Intel, citado pela agência de notícias Reuters, afirmou que a sua empresa e a Microsoft terão um modelo disponível no final do ano. A Texas Instruments já tem um produto desenvolvido.



Mediante a parceria, a Microsoft dará apoio à tecnologia PCA da Intel, um plano de norma para a próxima geração de telefones móveis e PDAs que funciona com os seus processadores XScale. A Intel, por sua vez, apoia o sistema operativo Pocket PC da Microsoft.



Na área dos PDAs com telefone, a Microsoft terá de enfrentar a competição Handspring, Nokia e da canadiana Research In Motion.



A empresa de Bill Gates apresentou igualmente hoje, no decorrer da feira, dois novos clientes para o seu software Pocket PC Phone: a Hewlett-Packard - que irá lançar um telefone PDA baseado na plataforma TI-Microsoft em Junho próximo - e a Compal Electronics, da Formosa, que já produz os iPAQ Pocket PC da Compaq.



Na já competitiva área dos smartphones, a Microsoft terá de enfrentar a concorrência da inglesa Symbian, prestes a lançar o seu próprio software para aquele género de dispositivos e apoiada por quatro dos cinco maiores fabricantes mundiais - que juntos totalizam 70 por cento da produção global de telemóveis. A SonyEricsson e a Nokia já lançaram os seus primeiros smartphones com Symbian.



Destes cinco maiores fabricantes, apenas a Samsung afirmou que pretende usar o software Microsoft Windows Powered Smartphone 2002. A empresa sul-coreana deverá lançar um produto com tais características no final deste ano. A Mitsubishi e a inglesa Sendo são dois outros fabricantes de telemóveis a afirmar que também irão utilizar aquele software da Microsoft, com a empresa britânica a está perto de um lançamento comercial.



Smartphones e telemóveis PDA são coisas diferentes. Os telefones PDA são computadores de mão usados principalmente para comunicações de dados sem fios, mas que podem funcionar como telefones. Os smartphones são acima de tudo e principalmente telefones, que têm a capacidade de receber mensagens de email e ficheiros áudio.



Notícias Relacionadas:
2002-02-19 - Nokia partilha tecnologia com concorrentes e faz frente à entrada da Microsoft no sector

2001-05-11 - Motorola lança telemóvel PDA

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.