Os reguladores da União Europeia estão a investigar novamente a Microsoft. O anúncio foi feito pelo executivo comunitário que, em comunicado, explica que a investigação vem no seguimento de alegadas infracções às leias europeias da concorrência.



A Comissão Europeia refere que está a abrir dois novos processos. O primeiro está relacionado com a interoperabilidade e tem como objectivo apurar se a Microsoft omite informações de produtos a empresas que querem desenvolver soluções compatíveis com o seu software, nomeadamente aplicações para Office ou compatíveis com o novo formato Open XML.



O segundo caso, vem no seguimento de denúncias feitas pela Opera, e tem como objectivo verificar se a Microsoft liga de forma ilegal o Internet Explorer e outros produtos ao sistema operativo Windows, nomeadamente através de novas tecnologias proprietárias que a Microsoft alegadamente introduziu no browser e que reduzem a compatibilidade do software com produtos abertos que coexistam nos mesmos computadores.



A Comissão indica que estes processos não implicam a existência de dados que provem as infracções da Microsoft e refere que para já está apenas em marcha uma investigação para apurar factos relativamente às denúncias recebidas.



Notícias Relacionadas:

2007-12-13 - Comissão Europeia vai voltar a analisar práticas monopolistas da Microsoft

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.