O Ministério Público pediu à Procuradoria-Geral da República que investigue o sistema informático dos tribunais por considerar que poderá haver fuga de informação a partir do Ministério da Justiça, onde está alojado o servidor que gere o fluxo de dados trocados naquela rede.



A decisão saiu ontem de uma reunião do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público que pretendem assim saber se a rede informática tem problemas de segurança, possibilitando que funcionários do Governo tenham acesso às peças processuais sujeitas a sigilo.



António Cluny, presidente do Sindicato do Ministério Público, citado pela Lusa à saída da reunião, quis salientar que a situação não é dado adquirido. "Esta notícia não é um facto, é uma dúvida que temos e que gostaríamos de ver averiguada pelos órgãos competentes, tanto mais que, em muitos casos, somos nós os acusados da violação do segredo de Justiça", justificou.



Notícias Relacionadas:

2005-07-26 - Investimento de 13 milhões de euros na justiça visa desmaterializar processos

2004-03-15 - Advogados vão poder consultar processos judiciais via Internet

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.