A Chipidea foi adquirida pela MIPS Technologies por 147 milhões de dólares (107,5 milhões de euros). A empresa liderada por Epifânio da Franca vai passar a integrar o grupo americano, complementando o seu portfólio na área das tecnologias de design de semicondutores.



Em comunicado as empresas explicam que todos os produtos da Chipidea vão continuar no mercado, sob o mesmo brand, e que Epifânio da Franca continuará na liderança do negócio, para além de passar a integrar o board da MIPS. O documento também afirma que a fusão vai permitir criar a segunda maior empresa de desenho de semicondutores IP do mundo.



A MIPS desenvolve tecnologia de chips para áreas como a TV digital e set-top-boxes de cabo. A Chipidea desenvolve tecnologias para chip analógicas e de sinal misto com forte utilização em sectores como o móvel, onde a MIPS tem uma presença fraca.



O negócio vai concretizar-se através de um pagamento inicial de 120 milhões de dólares e ficará completo em 2009 com um pagamento em acções da companhia americana aos fundadores da empresa, calculado com base na performance.



A Chipidea foi criada em 1997 por José Epifâneo da Franca. De acordo com as últimas projecções conhecidas, a empresa previa para este ano uma facturação acima dos 30 milhões de euros. A entrada no fabrico de semicondutores e o crescimento em mercados como os Estados Unidos (que pesam 40% na receita do grupo) e a Ásia estavam entre os principais objectivos da companhia, já revelados pelo seu presidente.



Notícias Relacionadas:

2007-01-03 - Chipidea reforça estratégia com investimento da Espírito Santo Ventures

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.