A Federal Trade Comission (FTC), entidade independente que regula o comércio nos Estados Unidos, decidiu recentemente que os motores de busca online que cobram dinheiro a sites em troca da colocação dos seus links em lugares proeminentes na lista de resultados devem divulgar os contornos dessa prática aos cibernautas, de acordo com a Associated Press.



Muitos motores de pesquisa, como o AltaVista, LookSmart e o AOL Search, concedem uma posição privilegiada aos anunciantes pagos, mas segundo a FTC este espaço pode confundir os utilizadores da Web que estão à procura da melhor resposta à sua pesquisa, em vez de anúncios para sites que pagaram para aparecer nos primeiros lugares.



A decisão da comissão resulta de uma queixa efectuada em Julho do ano passado pelo grupo de defesa dos consumidores Commercial Alert que é apoiado pelo activista e ex-candidato à presidência dos Estados Unidos Ralph Nader.



Apesar de a FTC ter afirmado que não pretende instaurar um processo judicial contras as empresas proprietárias dos motores de busca, irá, contudo, enviar uma carta dirigida a cada uma - AltaVista, AOL Time Warner, Direct Hit Technologies, iWon, LookSmart, Microsoft e Terra Lycos - apelando para "uma divulgação clara do uso da inclusão paga de links".



Desde que, há dois anos atrás, as receitas da publicidade online começaram a escassear, os links patrocinados tornaram-se populares entre os motores de pesquisa. Mas a sua presença nem sempre está claramente assinalada.



Um exemplo claro dessa situação são os resultados de pesquisa do LookSmart, que apesar de serem todos links pagos, classificados pelo montante que a companhia pagou para ser anunciada, em nenhum sítio da página é possível ver uma nota clara assinalando que os 0 foram adquiridos.



Um recente inquérito elaborado pela associação Consumers Union indicou que 60 por cento dos utilizadores da Internet inquiridos não faziam ideia de que determinados motores de busca cobravam taxas para situar alguns sites em melhores posição do que outros. Neste sentido, a FTC disse ainda que as companhias detentoras de motores de pesquisa deveriam distinguir claramente entre resultados pagos e não-pagos.


Notícias Relacionadas:

2001-07-18 - Motores de busca acusados de exibirem publicidade disfarçada

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.