A Global Digital Opportunity Initiative começa agora a dar os primeiros passos no terreno. Este projecto de dois anos que envolve o Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (UNPD) e a Markle Foundation, pretende contribuir para o progresso na área da saúde, educação e das empresas em países em desenvolvimento, através da utilização das mais recentes tecnologias.



"As novas tecnologias, empregues apropriadamente, oferecem uma oportunidade sem precedentes para alcançar os desafios do desenvolvimento global", afirmou Zoe Baird, presidente da Markle Foundation, citado pela Associated Press. O mesmo responsável adiantou que os parceiros do projecto se comprometeram a contribuir inicialmente com 10 milhões de dólares (11,5 milhões de euros e 2,2 milhões de contos), para financiamento.



A iniciativa atraiu pedidos de ajuda de 45 países, mas apenas 12 serão seleccionados. Bolívia, Moçambique e Tanzânia serão os primeiros entre este grupo de países em desenvolvimento a receber as equipas de consultores em tecnologia da Global Digital Opportunity Initiative, uma vez que também foram os primeiros a requerer assistência.



Os critérios que contribuíram para a escolha dos países relacionam-se com a existência ou não de suporte político ao projecto e da vontade de liberalizar o mercado nacional de telecomunicações.



Cinco consultores do projecto UNDP-Markle já começaram a trabalhar na Bolívia no mês passado e preparam-se para viajar até Moçambique no final desta semana, onde se reunirão com responsáveis do governo, empresários locais da área da tecnologia e organizações não lucrativas. A mesma equipa viajará para a Tanzânia no fim do mês. "Agora é a altura de ir para o terreno em resposta ao largo número de pedidos recebidos", afirmou Mark Malloch Brown, administrador da UNDP.



Empresas de tecnologia como a Sun Microsystems, Hewlett-Packard, Cisco Systems e a AOL Time Warner juntaram-se às organizações internacionais para ceder pessoal e equipamento para o projecto.



A iniciativa foi divulgada no encerramento do World Economic Forum, um encontro que reuniu 2.700 participantes de todo o mundo da área política e empresarial, durante cinco dias, no hotel Waldorf-Astoria, em Manhattan, Estados Unidos.



Notícias Relacionadas:

2001-11-23 - Nações Unidas apostam nas novas tecnologias para combater pobreza

2001-07-17 - Internet pode melhorar os padrões de vida dos países pobres

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.