A Nokia e a Accenture anunciaram hoje uma parceria nos termos da qual a fabricante finlandesa vai passar à consultora o desenvolvimento e suporte da plataforma móvel Symbian. O acordo de outsourcing para as actividades de desenvolvimento de software ligadas ao Symbian, implica ainda a transferência de 3 mil funcionários da Nokia para a Accenture.


Nos termos do acordo fica também definido que a Accenture passará a assumir-se como fornecer preferencial de serviços de software de mobilidade para futuros smartphones da Nokia, estando desde já prevista a colaboração da empresa ao nível do software, do negócio e dos serviços operacionais com o Windows Phone.


Tal como a aconteceu com o acordo anunciado entre a Nokia e a Microsoft - que há alguns meses comunicaram uma parceria para a área dos smartphones, que faz da Nokia a parceira por excelência para o Windows Phone, já a partir de 2012 - também no que se refere ao acordo com a Accenture a colaboração entre as duas empresas está sujeita a um acordo final, ainda em negociação.


Este acordo final deverá ser concluído durante o Verão. Já a transição dos empregados afectados pelo acordo - que são sobretudo funcionários localizados na Finlândia, Reino Unido, Estados Unidos, China e Índia deverá ter lugar mais para o final do ano.


Os funcionários visados vão num primeiro momento trabalhar no desenvolvimento de software Symbian para a Nokia, mas a prazo o objectivo é garantir oportunidades para reciclar as suas competências.


Citado em comunicado, Jo Harlow, vice-presidente executivo para a área de Dispositivos Inteligentes da Nokia diz que "esta colaboração demonstra o nosso compromisso em melhorar a oferta Symbian e servir os nossos clientes de smartphones".


"Como a mudança da nossa plataforma principal de smartphones para o Windows Phone, esta transição de talento para a Accenture mostra o nosso compromisso em garantir aos funcionários Symbian novas oportunidades de carreira".


De sublinhar que a colaboração entre a Nokia e a Accenture é antiga e está no terreno desde 1994. Há dois anos tornou-se mais próxima, quando a consultora adquiriu a unidade de serviços profissionais da Nokia, negócio responsável pela engenharia e suporte do sistema operativo Symbian junto dos fabricantes de dispositivos e fornecedores de serviços.


Mais despedimentos


A ainda líder mundial dos telemóveis anunciou também hoje que até final de 2012 vai despedir quatro mil funcionários. Os despedimentos vão visar funcionários localizados na Finlândia, Reino Unido e Dinamarca e visam ajudar a companhia a atingir objectivos de corte de custos e melhoria da competitividade no mercado dos smartphones.


Há dias a fabricante já tinha indicado que está a pôr em marcha um plano para poupar mil milhões de euros. O acordo com a Accenture e os novos despedimentos integram o plano.


Juntos, os funcionários a despedir até final de 2012 e aqueles que são transferidos para a Accenture somam 12 por cento da força de trabalho da fabricante móvel.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.