A Nokia informou hoje que vai descontinuar parte do seu negócio de chipsets. Contudo, irá manter o desenvolvimento das tecnologias para modems - que convertem a linguagem digital de um chip para a linguagem analógica de rádio, o que permite a comunicação entre equipamentos -, onde se inclui o protocolo de software referente aos standards WCDMA/GSM.



Enquanto isso, a Nokia avança que vai aprofundar a sua ligação à STMicroelectronics. O objectivo da parceria assenta na produção tecnologias para telemóveis de terceira geração.



A fabricante finlandesa refere em comunicado que a STMicro vai desenhar e desenvolver chips 3G baseados nas tecnologias Nokia, não só para a fabricante como para outras empresas. A francesa STMicro fica ainda encarregue de desenvolver um chipset 3G HSDPA que suporte elevadas taxas de transferências de dados.



Com este acordo, a STMicro junta-se aos já fornecedores Texas instruments, Broadcom e Infineon, responsáveis pela produção de chips EDGE, GSM e outros.



Na nota à imprensa, a Nokia indica que a nova estratégia permitirá que a fabricante se concentre no desenvolvimento de tecnologias para chipset enquanto aumenta as suas competências a nível de investigação e desenvolvimento. Neste sentido, serão potenciadas as capacidades da fabricante que, com esta atitude, terá maior "poder de resposta" face as necessidades do mercado.



Associada à parceria fica a transferência de 200 empregados da Nokia da sede finlandesa e da filial britânica para as instalações da STMicro, o que deverá acontecer no último trimestre deste ano.




Notícias Relacionadas:

2007-02-12 - Serviços web-based e mobilidade profissional no centro da estratégia da Nokia

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.