A Novis comunicou hoje que os números dos barómetros da dataE e da Marktest referentes ao primeiro trimestre de 2004 indicam que a empresa do grupo Sonae reforçou a liderança no mercado de telecomunicações relativamente aos operadores alternativos. A Novis diz ter conseguido uma quota de 42,5 por cento de clientes no sector das PMEs e Corporate entre os números dos novos operadores.



Quando os valores considerados incluem os assinantes do operador incumbente, a Portugal Telecom, essa quota de mercado desce para 12,5 por cento, mas em comunicado a Novis nota ainda que ainda assim há um crescimento relativamente aos 11,1 por cento de quota registada no final de 2003.



A Novis garante ainda ter registado crescimentos em todos os mercados onde actua, subindo para 12,6 por cento de quota nas micro-empresas (quando considerado o mercado global) e para 8 por cento no mercado residencial, quando no trimestre anterior a sua percentagem se situava nos 6 por cento.



Justificando este aumento de quota, a Novis destaca a sua boa performance na aquisição de novos clientes. Segundo os dados da empresa, no final do primeiro trimestre a Novis tinha registado cerca de 228 mil clientes activos, numa duplicação de assinantes relativamente ao trimestre homólogo de 2003. Recorde-se que para a definição de cliente activo a Novis utiliza o indicador de chamadas realizadas nos últimos 30 dias.



A Novis adquiriu em Abril a KPNQuest Portugal, que a empresa espera venha a permitir a duplicação do seu volume de negócios nas áreas das Internet e dados, garantindo um incremento da quota de mercado entre os novos operadores da ordem dos 10 por cento, valores que ainda não são reflectidos nestes dados do primeiro trimestre do ano.



Apesar da liberalização do mercado ter acontecido já há 4 anos, os novos operadores ainda não conseguiram conquistar uma quota de mercado significativa ao operador incumbente. Segundo os números da Anacom (o regulador do sector) relativos ao final de 2003, o Grupo PT mantém a responsabilidade da grande maioria dos acessos fixos instalados, com uma quota de mercado de 94,47 por cento. Desta forma, os novos operadores detinham à data 5,53 por cento do mercado, cursando 12 por cento de todo o tráfego em termos de minutos e 18 por cento das chamadas originadas.

Notícias Relacionadas:

2004-04-23 - Novis anuncia aquisição da KPNQuest Portugal
2004-04-06 - Rede fixa contabiliza menos de 4,3 milhões de linhas no final de 2003

2004-04-04 - Números portados crescem mensalmente na ordem dos 3%

2004-02-16 - Novis garante liderança entre os novos operadores

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.