A Virgin Mobile aceitou a oferta de compra da NTL que está disposta a pagar 1,67 mil milhões de dólares pelo operador móvel britânico do milionário Richard Branson. A empresa de televisão por cabo pretende enriquecer o seu portfólio de produtos de Internet, telefone fixo e televisão, acrescentando-lhe uma oferta móvel que aumente o seu valor e a capacidade para competir no mercado.



"É mais fácil atrair novos clientes se pudermos oferecer TV, Internet, telefonia fixa e serviços wireless num mesmo pacote", admite um especialista citado pela Bloomberg. "Muitos clientes precisam de todos estes serviços e é muito mais conveniente se puderem subscrevê-los numa única factura", acrescenta.



Recorde-se que há menos de um ano a NTL realizou uma outra operação de aquisição com o mesmo objectivo que visou a compra da Telewest, o segundo maior operador de cabo do Reino Unido, por 6 mil milhões de dólares.



Esta aquisição obrigou a empresa a pôr em marcha um exigente plano de integração que deverá prolongar-se por mais um tempo, deixando para já a Virgin Mobile a funcionar nos mesmos moldes. Mesmo assim, sabe-se já que a marca irá manter-se até por ser um dos principais activos deste MVNO que conta com 4 milhões de clientes, sendo um dos operadores sem rede própria mais bem sucedido da Europa.



Com a operação Richard Branson - que controla mais de 70 por cento da Virgin - ganha um lugar no conselho de administração da NTL e os restantes accionistas da empresa a possibilidade de trocar parte das acções da Virgin por títulos da NTL.



Notícias Relacionadas:

2000-06-12 - Virgin quer liderança nas telecomunicações

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.