Durante o ano passado, o número de assinantes dos serviços de televisão por cabo aumentou para os 1,26 milhões, segundo dados da Autoridade Nacional das Comunicações (Anacom) divulgados hoje. O total revela um crescimento de 12 por cento face a 2001, com a angariação de 137 mil novos assinantes.



A região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a que mais contribui para o volume de clientes destes serviços, com 55 por cento do total, enquanto o Alentejo e Algarve mantêm as maiores taxas de crescimento observadas - 38 por cento entre os finais de 2001 e 2002.



Lisboa e Vale do Tejo mantêm igualmente a liderança no que se refere ao número de alojamentos cablados face ao total nacional, observando-se uma taxa de penetração superior a 100 por cento, já que muitos lares contratam serviços de cabo a mais do que um operador de televisão.



No final do quarto trimestre de 2002, estavam cablados 3,36 milhões de alojamentos no total, mais 11 por cento do que o verificado em igual período do ano anterior. A região do Alentejo e Algarve apresentou a maior taxa de crescimento anual, de aproximadamente 31 por cento, o que corresponde a 55 mil novas casas cabladas, refere a Anacom.



A 31 de Dezembro de 2002, o total de assinantes de tecnologia DTH (Direct To Home) por satélite chegou aos 289 mil, o equivalente a um crescimento anual de 29 por cento e à angariação de 65 mil novos assinantes.



Tal como nos trimestres anteriores, a região Norte é a que apresenta o maior número de assinantes de televisão por satélite, representando 33 por cento do total do país.



Notícias Relacionadas:

2002-12-09 - Televisão por cabo obtém 180 mil novos subscritores durante os meses de Verão

2002-09-10 - Televisão por cabo ganha 47 mil novos assinantes no segundo trimestre

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.