A MTC anunciou hoje um piloto de quarta geração móvel. A experiência é uma das primeiras do género a realizar-se no continente africano e é da responsabilidade do operador móvel controlado pela Portugal Telecom em parceria com a NPTH - Namibian Postal and Telecommunications Holding.



Coube também à MTC o lançamento da primeira plataforma 3G pré-paga em África, como sublinha uma nota de imprensa, onde se explica que a rede de testes hoje lançada vai permitir velocidades superiores a 100 Mbps, cerca de 20 vezes mais que o permitido pela actual tecnologia 3G.



Numa apresentação com transmissão Web em directo e presenciada pelo chefe de governo da Namíbia, falou também Zeinal Bava, que aproveitou a ocasião para dar alguns números e dados da Portugal Telecom, frisando os objectivos de reforço da presença internacional da empresa, explicando os novos desafios no Brasil e os investimentos mais recentes do grupo.



Na Namíbia a PT investiu há dois anos numa nova arquitectura de rede "a Single Radio Access Network, que combina várias tecnologias no mesmo hardware, permitindo elevadas poupanças em termos de energia e manutenção, ao mesmo tempo que melhora significativamente a qualidade de serviço", explica um comunicado.



Este investimento terá criado as condições para o lançamento da nova geração de serviços móveis. A MTC, com 1,7 milhões de clientes, investiu ainda 115 milhões de dólares namibianos (cerca de 11,7 milhões de euros) no cabo submarino West African Cable System (WACS).



Na apresentação foram ainda feitas demonstrações, comparando velocidades de upload e download entre a terceira e a quarta geração móvel.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.