As conclusões constam do Hays Global Skills Index 2014, um relatório publicado em colaboração com o Oxford Economics, que analisa as dinâmicas que influenciam o mercado de trabalho qualificado em 31 grandes economias mundiais.

Os dados deste ano indicam que, apesar dos elevados níveis de desemprego em Portugal, os profissionais disponíveis no mercado de trabalho não possuem as skills, formação ou experiência que os empregadores procuram neste momento. Em situação semelhante encontram-se países como os Estados Unidos da América, a Irlanda ou a Espanha.

Portugal é também um dos países com maior pressão salarial em sectores altamente qualificados, como o das Tecnologias da Informação, que há vários anos enfrenta sérias dificuldades em identificar e atrair profissionais da área, refere-se.

Embora a economia portuguesa comece a mostrar os primeiros sinais positivos e o mercado de trabalho pareça estar a recuperar algum do seu dinamismo, "existem ainda alguns problemas estruturais que devem ser resolvidos coletivamente", afirma Paula Baptista, managing director da Hays Portugal, nomeadamente "a grave incompatibilidade do talento que pode estar a impedir empresas e profissionais de dar o próximo passo na implementação de planos mais ambiciosos para o futuro".

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.