A Papiro anunciou o lançamento de quatro marcas, que vão direcionar a oferta da empresa portuguesa especialista em soluções de gestão documental noutras tantas áreas. O reposicionamento assinala os 20 anos de existência da Papiro, que deve fechar 2020 a crescer 6%, para alcançar um volume de negócios de 5,5 milhões de euros. 

Neste leque de novas marcas cabem a Papiro Arquivo, que passa a gerir processos de gestão de arquivos, tanto na área de custódia de arquivo físico, como no que se refere a serviços de consultoria arquivista.  A Papiro Digital, que vai focar-se no desenvolvimento e implementação de soluções de apoio à transformação digital, orientadas para a automação de processos, ganhos de eficiência, segurança e rastreabilidade, como explica a tecnológica portuguesa numa nota à imprensa. 

Nesta reorganização, que a Papiro garante ter como prioridades o desenvolvimento de soluções que promovam a sustentabilidade e a economia circular, cabem ainda a Papiro Recicla e Papiro Expresso. A primeira vai abranger todos os serviços de reciclagem e destruição segura e confidencial de documentos e suportes de dados digitais. 

A segunda - Papiro Expresso - “passa a abarcar todos os serviços de estafetagem, tendo o foco e especialização na cedência de estafetas internos, a tempo parcial ou total”. Esta unidade vai também disponibilizar serviços de entrega personalizada de documentos confidenciais ou outros volumes, em rotas semanais programadas, que vão visar sobretudo Lisboa e Porto. 

As novas marcas são lançadas numa altura em que a Papiro assinala 20 anos no mercado e o lançamento é acompanhado também pela estreia de um novo website. "A adoção de uma nova identidade visual, de uma solução multimarca e de um novo website são reflexo de uma estratégia de transformação e modernização e marca um novo ciclo no nosso percurso de crescimento e inovação", destaca Luís Bravo, CEO da Papiro, na nota onde a empresa do grupo E.A.D. divulga as novidades. 

Este ano as expectativas de crescimento da Papiro, que emprega 160 colaboradores, estão centradas sobretudo nas áreas de tecnologias de informação e serviços de backoffice. Luís Bravo explicou também ao SAPO Tek que "a Papiro Digital, com as soluções tecnológicas e ambiente global de tratamento de documentação é a área de maior crescimento da Papiro, sendo que a Papiro Recicla, através dos serviços de destruição segura e confidencial, revela crescimentos acima dos 50%".

Para 2022, e no que se refere à estratégia, está já definida pela empresa uma aposta na dinamização de plataformas de gestão documental, que passará por “aplicações standard para diferentes tipos de negócio, que assegurem rapidez no acesso a dados de apoio à tomada de decisão, portabilidade, assinatura digital e arquivo digital”. 

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.