Bruxelas vai apoiar 14 projetos europeus com um total de 34 milhões de euros, montante atribuído no âmbito do  FTI - Fast Track to Innovation, financiado pelo programa Horizonte 2020 e que visa “produtos, serviços, processos ou modelos de negócios radicalmente novos e inovadores que abrem novos mercados”, explicou a Comissão em comunicado.

Bruxelas entrega 113 milhões a 65 PME. Empresas portuguesas ficaram fora do “bolo”
Bruxelas entrega 113 milhões a 65 PME. Empresas portuguesas ficaram fora do “bolo”
Ver artigo

Em Portugal, foram escolhidos três projetos de inovação nas áreas das novas tecnologias e inteligência artificial e que, no seu conjunto, somam um apoio de 5,7 milhões de euros.

A RTP foi aquela que arrecadou um maior financiamento (2,4 milhões de euros) para o seu projeto "Enhanceplayer", o qual consiste em uma “ferramenta de inteligência artificial que melhora a qualidade do vídeo e limita o tráfego de internet vinculado ao streaming de vídeo".

Com o projeto “Scene”, uma plataforma móvel aberta para aplicações de cidades inteligentes na área da segurança, a Visionware conseguiu um apoio de 2,2 milhões de euros.

Um terceiro projecto, o “Digimat” da Sakthi Portugal, "desenvolve soluções inteligentes para materiais digitais na indústria automóvel" e foi subsidiado com 1,1 milhões de euros.

A Comissão Europeia financia até três milhões de euros por projeto inovador, sendo que todas as propostas envolvem a participação de vários parceiros, incluindo pequenas e médias empresas, indústria, universidades e organizações sem fins lucrativos. O seu financiamento visa estimular a produção e comercialização de produtos e serviços inovadores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.