A SAP facturou 3,02 mil milhões de euros de receita durante os três primeiros meses de 2011, valor que reflecte um crescimento de 21% face ao trimestre homólogo. Para os resultados contribuiu o aumento da venda de licenças e serviços.

No mesmo período, os lucros da gigante do software empresarial cresceram 4% para os 403 milhões de euros, enquanto os ganhos operacionais melhoraram 7%, resultando em 597 milhões de euros.

As receitas pela venda de licenças e serviços aumentaram 20% comparativamente ao primeiro trimestre de 2010, para os 2.327 milhões de euros, com a subida da procura por aplicações de análise e soluções de mobilidade por parte das empresas.

Os números acabaram por ficar aquém das expectativas dos analistas, que antecipavam uma subida de 39 por cento das receitas. A SAP, contudo, mostra-se satisfeita com os valores obtidos.

"Estamos muito agradados por darmos a conhecer o nosso quinto trimestre consecutivo de crescimento a dois dígitos nas receitas de software e serviços", refere o director financeiro da SAP, Werner Brandt, no comunicado onde a empresa alemã apresenta os resultados trimestrais.

Os mesmos responsáveis reiteram as previsões para o total do ano, com expectativas de crescimento do lucro operacional para entre 4,45 a 4,65 mil milhões de euros, com a margem operacional a subir 0,5 a um ponto percentual.

“Os clientes têm apreciado a nossa estratégia de inovação e o nosso ecossistema aberto”, considera Bill McDermott, Co-CEO da SAP. “As receitas cresceram a dois dígitos em todos as regiões”, acrescenta o responsável.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.