A recuperação do mercado de media e entretenimento em Portugal começa já este ano, diz um estudo da PricewaterhouseCoopers que aponta um crescimento de 4,6% até 2013. A consultora defende que este crescimento está muito acima da média da Europa Ocidental, o que se deve ao desenvolvimento do acesso à Internet.

No relatório anual “Global Entertainment and Media Outlook: 2009 - 2013” a PricewaterhouseCoopers estima que este mercado atinja, em Portugal, um volume de facturação de 6,3 mil milhões de dólares em 2013. Este ano as receitas estão abaixo das registadas em 2008, numa quebra de 1,2%, mas em 2010 o mercado deverá começar a recuperar, chegando aos 5,06 mil milhões de dólares.

A compra de bilhetes para eventos desportivos, jogos de vídeo, subscrição de canais de televisão, casinos, parques temáticos são algumas das áreas que justificam o crescimento de 5,1% nos investimentos dos utilizadores de Internet, que devem chegar aos 3,2 milhões de dólares.

"Todos os caminhos apontam para a revolução digital. As empresas que consigam aproveitar as oportunidades que estão a surgir neste mercado e que sejam suficientemente ágeis para adaptarem os seus modelos de negócio vão conseguir aproveitar ao máximo o potencial e os novos modelos de receita logo que estes surjam”, sublinha José Vitorino, Partner da PricewaterhouseCoopers em Portugal, em comunicado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.