A Sonaecom vai avançar com aumento de capital de 70,27 milhões de euros, para a emissão de 70.276.868 novos acções, por forma a permitir a entrada da France Telecom no seu capital, aprovaram ontem os accionistas da empresa em assembleia geral extraordinária.



Segundo um comunicado a operação de aumento de capital, reservada à FT através de duas participadas, prevê um prémio de emissão 242,455 milhões de euros, pelo que a France Telecom irá pagar 3,45 euros por acção, um valor acima da cotação actual da holding liderada por Paulo Azevedo.



De acordo com o mesmo documento, o capital social da Sonaecom passa assim dos anteriores 226,25 milhões de euros, para 296,53 milhões, enquanto a avaliação da empresa sobe para 1,02 mil milhões de euros.



A entrada da France Telecom directamente no capital da Sonaecom tinha já sido confirmada pela empresa portuguesa que admitiu tratar-se de uma renegociação da parceria entre ambas. No âmbito deste novo modelo de parceria, agora estratégica, a France Telecom troca as posições detidas na Optimus (20,18 por cento), Novis (43,3 por cento) e Clix (43,3 por cento) por uma posição de 23,7 por cento na holding.



Com o acordo o incumbente francês torna-se o principal accionista da Sonaecom, logo depois da Sonae SGPS que controlava a empresa de telecomunicações e media em 80 por cento, uma quota que ficará diluída com o aumento de capital.



Notícias Relacionadas:

2005-06-14 - France Télécom reforça posição na Sonaecom e realinha parceria estratégica

2005-02-28 - Serviços de Banda larga estratégicos para Sonaecom em 2005

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.